Comunidade de Práticas

Total de acessos: 4.967
Início Busca avançada
Temas mais publicados: #APS #Boas Práticas #PlanificaSUS

NOVA ABORDAGEM AOS PACIENTES DE TRANSTORNO MENTAL NAS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE DE ANÁPOLIS-GOIÁS

Anápolis/GO

O uso da educação permanente por meio de aulas expositivas, apoio direto e indireto dos tutores municipais adotado pelo município, videoaulas, dramatização e a empregabilidade da metodologia ativa foi o grande diferencial para a capacitação e abordagem dos temas propostos destas duas etapas já desenvolvidas para os profissionais anteriormente citados.
O uso da dramatização surte um efeito muito positivo, uma vez que muitos destes profissionais se veem nas cenas expostas a eles, tanto nas prerrogativas negativas, quanto nas positivas, despertando assim o desejo de mudança para que todo o processo proposto tenha melhor desenvolvimento.
E por sua vez a utilização da metodologia ativa, onde algumas situações expostas de forma negativa e este profissional resistente ao proposto, tinha a oportunidade de ser questionado como por exemplo: o que você faria de diferente, para que fosse exitoso a abordagem ou a tentativa?
6. RESULTADOS
A presença e atuação destes tutores fizeram grande diferença na aceitação do projeto proposto, facilitando o ensinamento e fortalecendo as etapas da planificação, os profissionais refletiam sobre as propostas e consequentemente surgiam grandes ideias de intervenções e mudanças de suas rotinas.
Algumas unidades se destacaram significativamente tornando exitosas a aplicabilidade do projeto sendo elas UBS Maracanãzinho, UBS Munir Calixto, UBS Vivian Parque, entre outras.
Estas unidades obtiveram mudança total nas abordagens, os profissionais desde o serviço geral ate os de nível superior entenderam seus papeis dentro do projeto observando melhor seus pacientes acolhendo de forma humanitária e desde a suspeita de um possível transtorno aplicaram a escuta ativa, implementaram forma diagnostica dentro dos protocolos que lhes foram apresentados e chegamos a níveis satisfatórios de elogios a nova abordagem aos pacientes, como a diminuição de trocas desordenadas de receitas e melhor adoção aos tratamentos e medicamentos propostos.
Foram realizados por seus ACS’s remapeamento com novo cadastramento de suas famílias e junto a equipe multidisciplinar realizado a estratificação de risco para os transtornos mentais destas regiões, valendo ressaltar que muitos destes agentes comunitários de saúde acabaram cobrindo para este fim áreas que de certa forma eram descobertas, isto mostra por estes profissionais a partir do que lhes foram proposto o cuido e a valorização pela vida e pela população Anapolina.
7. CONCLUSÃO
Observamos uma melhora na qualidade da assistência prestada por nossas UBS’s aos pacientes de quaisquer tipo de transtorno mental, a abordagem nos seus acolhimentos, a escuta desses pacientes e a preocupação dos profissionais em garantir a melhoria de seus usuários
Podemos observar ainda a interação da equipe multi com a equipe médica na suspeita dos diagnósticos e a preocupação de iniciar precocemente o tratamento, visando a qualidade de vida e a manutenção dela por meio do que lhes foram apresentado como possibilidade de tto.


6
2
39
Visualizações
Usuário e-Planificahá 4 meses

Parabéns, pessoal de Anápolis! As intervenções foram em 100% das UBS do município? Em que período todo este processo ocorreu?

0 curtidas
Usuário e-Planificahá 9 meses

Parabéns Gustavo e Equipe de Anápolis, pelo compromisso e dedicação.

0 curtidas

Usuário e-Planifica

Equipe Municipal

Anápolis/GO

Pirineus

Participantes

SobreContatoPolítica de PrivacidadeFAQ
e-Planifica® - Todos os direitos reservados. Design por Elleven Criatividade e desenvolvido por Kidopi Soluções em Informática.