Comunidade de Práticas

Total de acessos: 5.233
Início Busca avançada
Temas mais publicados: #APS #Boas Práticas #PlanificaSUS

A ESTRATIFICAÇÃO DE RISCO FAMILIAR NO CONTEXTO DA ESF: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

JUCURUTU/RN - UBS Francisco Petronilo de Araujo

Para refletir sobre o processo de adoecimento das famílias e determinar o risco social e de saúde do território de abrangência da ESF se faz necessario o uso de ferramentas que de apoio a ESF.

Objetivo descrever a experiência vivenciada pela equipe da Estratégia Saúde da família Francisco Petronilo de Araújo frente a estratificação de risco familiar no território de abrangência da ESF. No município de Jucurutu esta equipe atualmente é a equipe laboratório para os processos da planificação.

Metodologia
A estratificação de risco familiar iniciou após a realização do Workshop da Planificação da Atenção à saúde. A ESF atualmente conta com 2853 usuários cadastrados e 791 famílias, num território dividido em 5 microáreas. Para iniciar a classificação de risco familiar foi necessário a capacitação da Equipe, pois até então a estratificação não fazia parte do processo de trabalho. Com a Planificação da Atenção à Saúde foi possível conhecer as ferramentas que podemos utilizar no dia a dia de trabalho,
bem como implementação destas na rotina da ESF.

Resultados
Existem atualmente dentro do território de abrangência da ESF 791 famílias cadastradas de acordo com os critérios de risco e vulnerabilidade, a classificação por grau de risco está exposta abaixo. Classificação por grau de risco das famílias da área de abrangência da ESF Francisco Petronilo, Jucurutu-RN, Out, 2022.

Classificação de risco
R3 – Risco Máximo - 33 - 4,2% das familias
R2 – Risco Médio - 36 - 4,6% das familias
R1 – Risco Menor - 91 - 11,5% das familias
Sem Risco - 631 - 79,8% das familias

A utilização da escala de classificação de risco favoreceu um reconhecimento das vulnerabilidades presentes no território, reconhecimento das famílias classificadas com um alto escore de vulnerabilidade (risco máximo) e compartilhamento das informações para toda a equipe de saúde.

Conclusão

A estratificação de risco familia oportunizou a compreenção das diversas configurações familiares que necessitam de uma atenção à saúde prestada de forma diferencia a cada família em virtude da sua real necessidade, inclusive cultivando a intersetorialidade para a consolidação dessa atenção e a visualizar caracteristicas individuais que tem impacto, negativo e/ou positivo em todo grupo familiar.

Palavras-chaves: Estratificação de Risco Familiar, Saúde da Família, Território, Gestão de Base Populacional,
Vunerabilidades

#Cadastro Populacional #PlanificaSUS
20
6
126
Visualizações
Usuário e-Planificahá 8 meses

Parabéns, Lidja! O relato está bem escrito, foi possível ter uma ideia de todo o processo, e que bom que iniciaram a estratificação de risco familiar no território, agora é trabalhar para a sustentabilidade desta rotina com os ACS e fortalecer o monitoramento das de alto e médio risco. Obrigada por relatar esta experiência de forma tão detalhada!

0 curtidas
Usuário e-Planificahá 8 meses

Bom Dia, Rebecca em 2 meses nos conseguimos fazer toda estratificação de risco familiar no territorio, esse prazo foi estabelecido conjuntamento com as ACS's depois de realizarmos a capacitação detalhada sobre a pauta, elas entenderem as necessidade, avaliarem as possibildiades de sua rotina e se compromoterem com o resultado. sobre motivação é muito individual, porem entederam a necesside de fazer e como melhor visualizam o territorio apos a estratificação

1 curtida
Usuário e-Planificahá 1 ano

Oi, Lidja! Quanto tempo a equipe precisou para estratificar 100% das famílias do território? Acho que outras equipes ficam em dúvida sobre como chegar a esse resultado. Vocês estabeleceram um prazo para atualização dessa ação? As outras equipes do município se sentiram motivadas a iniciar esse processo?
Parabéns pela iniciativa e obrigada por compartilhar conosco!

1 curtida
Usuário e-Planificahá 1 ano

Parabéns a equipe!
A classificação de risco, é uma ferramenta muito importante também para a gestão do território uma vez que conhecendo as necessidades da população, é possível a gestão elaborar um planejamento considerando as necessidades da população. Especifica do território. Com isso teremos uma melhoria de resultados de indicadores assistenciais no que diz respeito a acesso, gestão do cuidado etc.

2 curtidas
Usuário e-Planificahá 1 ano

Parabéns para Equipe, que estratificaram 100% das famílias cadastradas no território. Assim, a identificação da famílias máximo serão assistidas com plano de cuidados, qualificando a vida das mesmas.

2 curtidas
Usuário e-Planificahá 1 ano

Muito bom compartilhar a experiência. Essa estratificação é uma das bases da planificação.

3 curtidas

Usuário e-Planifica

Tutor Unidade APS

UNIDADE SAUDE DA FAMILIA FRANCISCO PETRONILO DE ARAUJO

JUCURUTU/RN

4ª REGIAO DE SAUDE - CAICO

Participantes

SobreContatoPolítica de PrivacidadeFAQ
e-Planifica® - Todos os direitos reservados. Design por Elleven Criatividade e desenvolvido por Kidopi Soluções em Informática.